Sobre a LBP

Tendo como data de fundação 18 de Agosto de 1930, a Liga dos Bombeiros Portugueses é a Confederação das Associações e Corpos de Bombeiros de qualquer natureza, voluntárias ou profissionais, que, estando legalmente constituídas e em efectiva actividade, obedeçam aos requisitos da lei geral e dos Estatutos da Liga dos Bombeiros Portugueses e se proponham realizar os fins neles preconizados.

Durante toda a sua existência, a LBP, interpretando sempre a vontade do colectivo, tem procurado, através dos meios ao seu alcance, obter benefícios de diversa ordem – materiais, financeiros e sociais – tendentes a melhorar e a dignificar a acção dos bombeiros e das suas estruturas, ao serviço das comunidades.

Em virtude dos extraordinários serviços prestados ao País, no domínio da defesa das vidas e bens dos portugueses, a LBP foi agraciada, em períodos distintos, com a Comenda da Ordem de Benemerência (1935), o título de Membro Honorário da Ordem Militar de Cristo (1980), o título de Membro Honorário da Ordem da Liberdade (2008), e o Prémio Direitos Humanos 2008, atribuído à Confederação em representação de todos os Bombeiros Voluntários Portugueses. Por despacho do Primeiro-Ministro, datado de 1 de Março de 1990, foi ainda considerada Instituição de Utilidade Pública Administrativa.

Em 1987, numa medida legislativa onde vê novamente reconhecida a sua acção – o Estatuto Social do Bombeiro, pelo qual se bateu – é-lhe confiada a gestão do Fundo de Protecção Social do Bombeiro (FPSB), instrumento através do qual a LBP promove e completa a protecção social dos bombeiros e dos seus familiares.

Nos últimos anos, a LBP assume-se como uma instituição que pretende ser mais forte e credível, como consequência de responsabilidades acrescidas e da intensificação da sua participação nas estratégias de reforma do sector dos bombeiros, por solicitação de sucessivos Governos.

De forma gradual, tem vindo a deixar de ser uma instituição detentora de um papel meramente observador e de espectador atento, mas antes de interlocutor dos projectos e anseios das estruturas dos bombeiros, reforçando assim a sua abrangência e afirmação como verdadeira Confederação Nacional das Associações e Corpos de Bombeiros do País.

A Liga dos Bombeiros Portugueses tem, no total, 472 associados, distribuídos nas seguintes vertentes, e pelas seguintes zonas do país:

Distrito Tipo de Associação/Corpo de Bombeiros Total %
Voluntário Municipal Privativo Batalhão de Sapadores Bombeiros Comp.ª de Sapadores Bombeiros Regim.to de Sapadores Bombeiros
Açores 17           17 3,61%
Aveiro 26   4       30 6,37%
Beja 15           15 3,18%
Braga 20   1   1   22 4,67%
Bragança 15           15 3,18%
Castelo Branco 12           12 2,55%
Coimbra 21 2     1   24 5,10%
Évora 14           14 2,97%
Faro 13 3     1   17 3,61%
Guarda 23           23 4,88%
Leiria 24 1         25 5,31%
Lisboa 57   1     1 59 12,53%
Madeira 6 3         9 1,91%
Portalegre 14 1 1       16 3,18%
Porto 45   2 1 1   49 10,40%
Santarém 20 8         28 5,94%
Setúbal 24   1   1   26 5,52%
Viana do Castelo 11 1         12 2,55%
Vila Real 26           26 5,52%
Viseu 32 1         33 7,01%
Total 435 21 10 1 4 1 472